Tags

,

Eles não são itens obrigatórios, mas fazem a diferença – pro bem ou pro mal – em qualquer produção. Podem ser discretos ou exuberantes, valiosos ou bem baratinhos. Os acessórios são a salvação para a monotonia de qualquer guarda-roupa.
Os materiais utilizados na confecção são, por vezes, irrelevantes. O que realmente importa é o efeito que eles são capazes de provocar em nós e nos outros. Para isso, vale tudo. Nada de se prender a (pré)conceitos estabelecidos por aqueles que se julgam formadores de opinião, quando na verdade não passam de vítimas de um sistema criado por eles próprios. O que deve prevalecer na hora da escolha ornamental é o bom senso e a autocrítica.
Se Anna Dello Russo (editora da Vogue Japão) pode usar uma tiara com imensas cerejas (pra dizer o mínimo) e ser considerada um dos maiores ícones fashion da época, o que impede “pobres mortais” de misturar diversos colares pesados, com cores provocantes e montar um look impecável? Só mesmo o pudor, e esse, vale a pena deixar de lado às vezes.


Ilustração: Look criado por mim no site Looklet.

Anúncios